quarta-feira, novembro 07, 2007

Pequena história de Borboleta...



Esbravejava olhando para o céu enquanto perambulava como uma bêbada em seu caminho tortuoso ornamentado de pedras sem valor. "Olhei para o céu pálido-cinza e vi uma borboleta que não me viu, meus olhos ardiam de desejo, é que eu pedi que se aquela borboleta cheia de patas assustadoras e cores fascinantes me olhasse, ou simplesmente fingisse me ver, então algo aconteceria." E o sinal pelo qual tanto pedira não veio, embora a borboleta tenha voado em sua direção, batendo cegamente em seus óculos de lentes grossas, ainda assim não notara seus olhos. Não se desculpou nem nada, seguiu com suas asas amarelas para onde quer que fosse, sem nunca olhar para trás.

Renata Lôbo

Um comentário:

Diógenes disse...

Imaginativo e fácil de visualizar! Adorei! =]